18 de junho de 2010

Ser Mão!

Já experimentaste SER MÃO para alguém...

Já tentaste SER MÃO?
Já saboreaste o que é SER MÃO na vida de outra pessoa?
Então... se sim, caminhemos MÃO na MÃO... se não, ousemos estender a MÃO para uma outra MÃO...
Páro muitas vezes.... encontro-me dentro de mim mesma com estes pensamentos, envolvida nestas exigências interiores de SER, não pelo simples facto de ser, mas também em vista de um deixar transparecer a RAZÃO DE SER que me habita...
E a atitude de SER MÃO... acaba mesmo por me desinstalar de mim mesma e do mundo que construo de pensamentos, virtualidades, ilusões, superficialidades... porquê?
Pela simples razão de me fazer "jogar" fora do meu mundo e me projectar para o campo chamado Tu, um terreno chamado OUTRO... o ser humano...


As mãos são essenciais... diz-me uma amiga...
O que faço com as minhas mãos?
Crio laços?
Construo pontes derrubando muros?
Ajudo a erguer quem precisa?
Faço um carinho a quem está caido nas margens da vida?
Já me imaginei sem mãos? é uma ideia que me assusta muito...
Mas... Deus desafia-me a ir mais longe, desafia-te a ir mais longe...
Muito mais do que o uso das mãos, para desempenhar uma missão específica... somos chamados (as) a cultivar esta atitude interior de SER MÃO neste aqui e agora...
Desafio: Aceitas? Eu já me ando a exercitar nisto à algum tempo... mas... é necessário muito treino mesmo... muita agilidade nas relações humanas... muita maleabilidade na relação Divina...
Lembremo-nos que Deus não tem mãos... mas quer ter as minhas e as tuas para agir aqui e ali neste mundo... Deus quer SER MÃO EM MIM E EM TI! Vamos arriscar!...

3 comentários:

Mão disse...

É abundante e delicado o teu "semear largamente..." PARABÉNS... pela partilha profunda, sem fronteiras neste novíssimo areópago...
Magnifica espiritualidade da, MÃO!
Aceito o desafio.... Ensaiar ser - mão aberta.... mão vazia... no aqui e agora... fazendo a reciclagem do Bom...Belo...Positivo
da caminhada diária...sendo mão..
Sempre mão, repassada de carinho, simplicidade, confiança, presença, amizade, verdade, honestidade, humildade; mão que coloca no
"colo" de Deus a humanidade dos "caídos da vida", sempre com grande e gratuito cuidado.... por toda a dor humana.
Partilha sempre! Têm o odor de Jesus Cristo...

Alegria disse...

São, de verdade, de facto e de direito como se diz, essenciais...com elas conduzimos e somos conduzidos, nessas compensadoras-dificeis relações humanas. Boa parte da comunicação acontece, também, por meio das nossas mãos. O toque (e a sua ausência) dão-nos mensagens «escondidas» sobre o espaço que existe entre 2 seres...O toque, que as mãos em muito proporcionam, é marca de acolhimento. É como se dissessemos «que bom que estás aqui, toma as minhas mãos». Um beijo-abraço às tuas mãos especiais*

Dreamer disse...

Minha querida, mais uma reflexão fantástica. E dei comigo a pensar: será que sou mão??
Podemos ser mão de várias formas e eu penso que o sou pelo menos para todos aqueles que amo, para todos os que moram dentro de mim.
Assim eles me vejam como tal... que eu estarei sempre disposta a dar a mão.